sábado, 14 de fevereiro de 2009

Nossa História - Fotos

Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade (1748)



Igreja Santuário Nossa Senhora da Piedade (1950)


Autor desconhecido: Nossa Senhora da Piedade, (1820); madeira, 19cm x 12cm.
HISTÓRICO DO NOME "PIEDADE DO RIO GRANDE"
Piedade do Rio Grande – município cujo nome é formado por dois fatores que são a marca da cidade desde a fundação do primitivo povoado e, que, ao longo de mais de dois séculos e meio, tem sido os atrativos que, ligados ao nome do município, expressam o “orgulho” do povo que tem podido ler e escrever sua história sob o manto da RELIGIÃO e de sua característica fisiográfica de maior importância: O RIO GRANDE.
Com relação ao fator religioso - Piedade - veio pela devoção dos bandeirantes que aqui chegaram e fundaram a vila e construíram uma primitiva capela (de terra batida), em 1748, dedicada à Virgem Maria com o título de Nossa Senhora da Piedade. De acordo com fatos históricos suficientemente documentados em arquivos que remontam ao ciclo do ouro, além de análise com comparação de dados, a devoção a Virgem da Piedade trazida ao campo dos Goitacazes (antigo nome de Minas Gerais) surge concomitantemente, aqui em Piedade e na atual Barbacena cuja data de fundação é o ano de 1748.
Sabe-se, que muito tempo depois, os jesuítas, perseguidos pelo Marquês de Pombal, refugiaram-se na serra de Caeté (hoje serra da Piedade) e, pelo trabalho da evangelização, fizeram a devoção chegar a outras regiões do Estado.
Felizmente, conseguimos recuperar a primeira imagem da padroeira, talhada em madeira por um daqueles grandes escultores do barroco mineiro. Sobressaem na escultura do século XVIII o Movimento e o Sentimento. Atribuí-se ao bandeirante Salvador Lourenço de Oliveira e a sua esposa Dona Inácia Lemos de Godói a construção da Capela que mais tarde tornar-se-ia a primeira Matriz Nossa Senhora da Piedade, encontrando-se, atualmente, em excelente estado de conservação.
Com relação ao fator fisiográfico- Rio Grande, trata-se por estar o município entrecortado pelas águas de um dos mais importantes rios do Brasil, pois além de percorrer a região sudeste, junta-se ao rio Paranaíba, formando o rio Paraná cuja as águas formam a internacional Bacia do Prata. De acordp com os Comitês de Bacia e o Conselho estadual de Meio Ambiente, nosso município está integrado ao GD1 ,ou seja, pertencemos ao Alto da Bacia do Rio Grande; no momento, estamos no estágio de mobilizar a sociedade civil ( os usuários da água) para que, em parceria com o Estado, possamos melhor cuidar e preservar os aquíferos do Alto Rio Grande.
Segundo a tradição religiosa, o primeiro nome de Piedade fora o de Águas Santas, devido a uma preciosa fonte de águas cristalinas, que por séculos, deu vida à população, e seu uso pelo que se comenta até os dias atuais, teria efeito terapêutico tanto no âmbito físico quanto espiritual. A referida fonte situa-se a 300 metros da Primeira Matriz Nossa Senhora da Piedade. No lugar denominado Gruta da Biquinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário sobre esta postagem.